Os dez vencedores da 8ª edição dos Prémios Sirius foram anunciados ontem, em Luanda, numa gala realizada no Hotel Epic Sana.
Das categorias em concurso, o prémio de “Gestor do Ano” foi atribuído a Arnaldo Lago de Carvalho, da empresa Octomar, de “Empreendedor do Ano” a Adérito Areias, do Complexo Agropecuário Caviombo, de “Empresa do Ano do Sector Financeiro” ao Standard Bank de Angola e de “Empresa do Ano do Sector Não Financeiro” para NCR Angola.
O troféu para o “Melhor Relatório de Gestão e Contas do Sector Financeiro” recaiu ao BFA, e “Melhor Relatório de Gestão e Contas do Sector Não Financeiro” à Taag, de “Melhor Empresa Exportadora” foi para o Grupo Boavida, de “Melhor Projecto de Investimento Directo Estrangeiro” para o Carnes Valinho, de “Melhor Programa de Desenvolvimento do Capital Humano” à Unitel e de “Melhor Programa de Responsabilidade Social” para a Refriango.
A iniciativa da Deloitte procura reconhecer as boas práticas na gestão das empresas e na actuação dos empresários, empreendedores e gestores, assim como contribui para a criação de uma cultura empresarial de excelência.
O júri desta edição, constituído por personalidades independentes, isentas e de reconhecida notoriedade, foi composta por Laurinda Hoygaard, na qualidade de presidente, Fernando Pacheco, Gilberto Luther, Henda Inglês e José Severino.
No total, foram 55 as instituições nomeadas para a final.