A produção de derivados de leite no projecto agro-pecuário Aldeia Nova, na localidade do Waku Kungo, província do Cuanza Sul, cresceu nos primeiros meses de 2017 fruto da entrega, em finais de 2016, de 200 cabeças de gado bovino a 40 famílias de produtores beneficiários do projecto.
Desta feita, a produção de leite passou de 94 mil litros por dia para os 190.
Contudo, o aumento da produção de leite e derivados da Aldeia Nova mais do que satisfazer faz levantar questões como as de por onde andará a produção de carne deste que se propunha, há cerca de meia década, ser o maior projecto nacional?

Aposta
Vale a aposta dos gestores, com a introdução de novas cabeças de gado, em pretenderem superar a queda acentuada na produção de leite que o projecto agro-pecuário registava.
O projecto contempla seiscentas fazendas familiares, cuja produtividade anual de criação de animais deverá atingir, em plena produtividade, cerca de quatro milhões de litros de leite, três mil toneladas de carne de frango, mil de carne de porco, 280 de carne bovina e 22,3 milhões de ovos.
É dirigido à população residente nos aldeiamentos periféricos, desmobilizados das extintas Fapla e Fala, e respectivas famílias.