Avicultores de Angola (ANAVI) está a negociar com o Governo da província do Huambo, através do sector da Agricultura, no sentido de incentivar os seus filiados a primarem pela produção de ração animal para reduzir a sua importação.
O facto foi avançado pela vice-presidente da organização, Maria Vitorino, quando efectuava uma visita de trabalho aos campos de cultivo de milho nas comunas de Cuima, no município da Caála e Lépi, comuna do município de Longonjo.
Segundo a responsável, o objectivo principal da associação neste momento, é criar uma aproximação entre o camponês produtor de milho e os avicultores.
“É nossa intenção baixar os custos da ração animal para promover o desenvolvimento socioeconómico do país “, defendeu.
Maria Vitorino assegurou que, uma vez que se efective o plano em curso, propomos junto do Ministério da Economia e Planeamento canalizar as divisas que são alocadas para a exportação de milho no exterior, investir para os produtores nacionais.
Além do Huambo, segundo a vice-presidente da organização, o plano vai também abranger o Bié.