Em 2017 foram lançados concursos públicos para a infra-estruturação das províncias do Cuanza Norte (Lucala), Uíge (Negage), Huíla, Malanje, Zaire (Soyo), Cuanza Sul e Bié, para impulsionar o sector industrial, disse a ministra da Indústria, Bernarda Martins.
A construção dessas infra-estruturas e a gestão dos pequenos parques industriais do país estão abertos à parceria público-privadas, através de um concurso lançado pelo Ministério da Indústria.
Segundo a ministra da Indústria, Bernarda Martins, que falava aos empresários nacionais e estrangeiros, as reformas que têm sido feitas no sector tem contribuído para a redução das importações.
Por isso, referiu que as propostas, apesar de tímidas, já começaram a ser remetidas, pelos investidores, ao Ministério.
Revelou que o sector tem também um programa para o desenvolvimento da indústria rural, que consiste no desenvolvimento de pequenos parques industriais no meio rural para a transformação dos produtos agrícolas.
Bernarda Martins explicou que, até à presente data, já foram  inaugurados três parques nas províncias de Malanje, Zaire e Benguela.
Para este ano, anunciou o lançamento de outros cinco, sem entrar em detalhes sobre a localização e datas.
Quanto à emissão de licenças, a governante lembrou que o sector dispõe presentemente de uma ferramenta electrónica que simplifica este tipo de processos.

Parcerias impulsionam retoma da indústria
Em 2017 foram lançados concursos públicos para a infra-estruturação das províncias do Cuanza Norte (Lucala), Uíge (Negage), Huíla, Malanje, Zaire (Soyo), Cuanza Sul e Bié, para impulsionar o sector industrial, disse a ministra da Indústria, Bernarda Martins.
A construção dessas infra-estruturas e a gestão dos pequenos parques industriais do país estão abertos à parceria público-privadas, através de um concurso lançado pelo Ministério da Indústria.
Segundo a ministra da Indústria, Bernarda Martins, que falava aos empresários nacionais e estrangeiros, as reformas que têm sido feitas no sector tem contribuído para a redução das importações.
Por isso, referiu que as propostas, apesar de tímidas, já começaram a ser remetidas, pelos investidores, ao Ministério.
Revelou que o sector tem também um programa para o desenvolvimento da indústria rural, que consiste no desenvolvimento de pequenos parques industriais no meio rural para a transformação dos produtos agrícolas.
Bernarda Martins explicou que, até à presente data, já foram  inaugurados três parques nas províncias de Malanje, Zaire e Benguela.
Para este ano, anunciou o lançamento de outros cinco, sem entrar em detalhes sobre a localização e datas.
Quanto à emissão de licenças, a governante lembrou que o sector dispõe presentemente de uma ferramenta electrónica que simplifica este tipo de processos.