O World Development Indicators (WDI) é a principal compilação de estatísticas internacionais sobre desenvolvimento global do Banco Mundial. Com base em fontes oficialmente reconhecidas e incluindo estimativas nacionais, regionais e globais, o WDI fornece acesso a quase 1.600 indicadores para 217 economias, com algumas séries temporais que se estendem por mais de 50 anos. O banco de dados ajuda os usuários - analistas, formuladores de políticas, académicos e todos aqueles curiosos sobre o estado do mundo - a encontrar informações relacionadas a todos os aspectos do desenvolvimento, actuais e históricos.
Um relatório anual dos Indicadores do Desenvolvimento Mundial estava disponível em formato impresso ou PDF até ao ano passado. Neste ano, apresentou-se o website Indicadores de Desenvolvimento Mundial: uma nova ferramenta de descoberta e plataforma de narrativa para os dados que levam os usuários para os bastidores com informações sobre a cobertura de dados, curadoria e metodologias. O objectivo é fornecer um guia útil e de fácil acesso para o banco de dados, além de facilitar a descoberta dos tipos de indicadores disponíveis, como eles são colectados e podem ser visualizados para analisar tendências de desenvolvimento.
As previsões do Banco Mundial são frequentemente actualizadas com base em novas informações. Consequentemente, as projecções apresentadas diferem daquelas contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam diferentes a qualquer momento. As classificações de países e listas de mercados emergentes e economias em desenvolvimento (EMDE) são também apresentados. Os BRICS incluem: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Devido à falta de dados, o Banco Mundial deixou de produzir uma previsão de crescimento para a Venezuela e removeu-a de todos os agregados de crescimento em que foi anteriormente incluído.