O governo provincial de Cabinda garantiu na última quarta-feira, na vila de Lândana, Cabinda, que vai apoiar os investimentos privados para o aumento da produção agro-pecuária, na região.
A garantia foi dada pelo vice-governador para área económica, Romão Macário Lembe, depois da visita de trabalho naquela vila do município de Cacongo, onde procedeu, durante três dias, ao levantamento das potencialidades e organização produtiva das comunidades, numa iniciativa do governo provincial.
No quadro deste levantamento, em breve, serão alocadas verbas provenientes de doações internacionais para o crescimento das zonas rurais.
Sem avançar os montantes, sublinhou que actualmente está a ser feito um levantamento minucioso dos sectores principais do desenvolvimento socioeconómico das zonas rurais, que vão beneficiar do financiamento tão logo que for possível.
Adiantou ainda que estão a determinar as áreas com condições para a produção agrícola, pecuária, aquicultura, turística, comercial e industrial, além de criar todas valências que permitirão conceber projectos produtivos capazes de empregar a mão-de-obra local.
A exploração petrolífera, a indústria da madeira, a agricultura e a pecuária empregam a população local, mas o petróleo é sem dúvida o sector que floresce.
Mas antes da sua descoberta, os portugueses chamavam Cabinda de Porto Rico, devido às riquezas naturais que a região possui.