É neste contexto que foi construído o mercado da “Mabunda”, no distrito urbano da Samba, em Luanda, cujo acto de inauguração aconteceu ontem, na presença da ministra das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto.
A infra-estrutua com capacidade para 420 lugares, vai servir as vendedoras que antes comercializavam o peixe ao relento.
No seu pronunciamento, Victória de Barros Neto, disse que o objectivo é melhorar as condições da comercialização do peixe e assegurar a participação da “mulher na economia nacional”.
Por sua vez, a directora nacional de Infra-estruturas do Ministério das Pescas e do Mar, Filomena da Mata, destacou que o mercado compreende a zona de atracagem das embarcações, a lota para venda do peixe a grosso e duas naves com capacidade para 420 lugares para comercialização do peixe.
O empreendimento conta ainda com dois contentores frigoríficos, equipamentos para o tratamento de águas, material de apoio para a actividade piscatória, bem como um parque para estacionamento.
Filomena da Mata, lembrou que a zona recebe elevadas quantidades de resíduos sólidos, por se encontrar próximo de uma vala de drenagem, o que em muitos casos punha em risco a higiene no local.

Empregos gerados

Por seu turno, a administradora do mercado da “Mabunda”, Joana Malungo, assegurou que para garantir a higiene do local, a infra-estrutura conta com uma equipa constituída por 15 trabalhadores de limpeza, que vão se ocupar da manutenção do mercado.
Joana Malungo mostrou-se satisfeita com a inauguração do mercado, que na sua visão vai gerar vários postos de trabalho nas embarcações, nas zonas de conservação, salga e seca e na comercialização do peixe.
Na ocasião, o vice-governador de Luanda para o sector Económico e Infra-estruturas, Júlio Bessa, pediu a colaboração dos munícipes para a manutenção e conservação do espaço.
Garantiu que o governo provincial vai continuar a trabalhar para que este projecto possa ser desenvolvido em outros municípios costeiros, para também gerar empregos, principalmente à camada jovem.
A infra-estrutura foi inaugurada no quadro das comerações do dia 23 de Novembro, dedicado ao trabalhardor do sector das Pescas.