Uma fábrica de adubos com capacidade para produzir 4.000 toneladas/mês está a ser construída na localidade do Poiares, arredores da cidade do Lubango, Huíla.

Orçada em mais de 22 milhões de dólares, a unidade além dos fertilizantes irá produzir sacos de ráfia para embalar produtos agrícolas, assim como sacos de plástico para vários fins, incluindo o depósito de lixo.
O empreendimento, que poderá ocupar uma extensão de quatro hectares contempla duas fases. A primeira orçada em 10,5 milhões de dólares prevê a construção das infra-estruturas, aquisição e instalação dos equipamentos.

A segunda, avaliada em mais de 10 milhões de dólares, vai abranger a construção de outras infra-estruturas, com destaque para as residências para os funcionários, refeitório, apetrechamento dos laboratórios e formação do pessoal. Ainda na província da Huíla está também implantada, uma unidade industrial virada para a produção do calcário, utilizado para a correcção de solos.
Uma outra unidade fabril com capacidade para produzir dois milhões de toneladas de fertilizantes por ano, será construída no município do Soyo, província do Zaire, com o funcionamento previsto para 2019. Uma outra fábrica será erguida na província de Luanda, num período de três anos, propriedade de um grupo empresarial dinamarquês.