A 7ª edição da Feira da banana de produção nacional que decorreu em Caxito, província do Bengo, de 14 a 16 de Junho, teve um volume de negócios acima de 270 milhões de kwanzas, com a comercialização de cerca de mil e cem toneladas de produtos agrícolas.
A mostra de negócios do Bengo que atraiu cerca de 3 mil visitantes, nos três dias de evento, foi o palco privilegiado para 170 expositores colocarem produto diverso, com destaque para a banana. O certame teve como objectivo promover a produção agrícola, proporcionar trocas de experiência entre os vários empresários nacionais e estrangeiros, comercialização dos meios de produção, com destaque para equipamentos agrícolas.
A Fazenda Manuel Monteiro, de Benguela, teve a classificação de realce na categoria de grandes produtores, vencendo o troféu “Banana de ouro”. A distinção sublinhou a qualidade do produto apresentado pelo agricultor que apostou na inovação, com cachos a rondar os 70 quilogramas e uma banana-pão melhorada.
O município do Dande arrebatou o título de vencedor na categoria de pequenos produtores, graças ao volume de produção e esmero na apresentação de produtos de qualidade. Nesta categoria na qual a agricultura familiar é o “porta estandarte”, Pango Aluquém foi o segundo classificado.
A província atinge em média uma produção de 600 mil toneladas ano de produto diverso, sendo igualmente a maior produtora nacional de banana. No entendimento da governadora provincial, Mara Quiosa, o país dá saltos qualitativos no processo da exportação da banana, pois, ao tornar-se auto-suficiente, encontra margens suficientes para oferecer a outros mercados externos.
O ambiente de negócios foi destacável e os investiodores de vários ramos de actividade desdobraram-se em contactos para melhor preenchimento das suas agendas de contactos e para, posteriormente, tirarem proveitos da interacção entre os grupos ligados ao comércio.