No mercado cambial, o euro recua 0,o2 por cento face ao dólar (1,1096 dólares), enquanto a libra perde 0,40 perante a divisa dos Estados Unidos, para 1,2119 dólares. O petróleo está a subir e o dólar esteve a perder força para o euro, mas recuperou ligeiramente. O Brent soma 1,68 por cento, para os 60,98 dólares por barril, enquanto o crude WTI valoriza 1,02, para os 56,70 dólares.

Fed põe mercados em puro suspense
A Bolsa de Nova Iorque abriu a sessão de quarta-feira em terreno positivo, com os principais índices bolsistas dos Estados Unidos da América (EUA) a serem marcados por subidas moderadas. Os investidores aguardam mais novidades sobre a política monetária do país com a publicação das minutas da última reunião da Reserva Federal (Fed) e o discurso de Jerome Powell em Jackson Hole na sexta-feira.

O Dow Jones arrancou a somar 0,80 por cento, e cerca de 30 minutos depois da abertura do mercado, crescia 0,98, para 26.215,70 pontos. Na mesma linha, o S&P 500 avançava 0,88, para 2.926,12 pontos. Também o Nasdaq valorizava 1,04, para 8.030,88 pontos, enquanto o Russell 200 ganhava 1,01 por cento, para 1.512,60 pontos.

kwanza mais forte que euro
A compra e venda do euro esta semana, no câmbio do BNA, está mais baixa em relação à semana passada, tendo passado de kz 399,716 para os actuais 397,083 de até quarta-feira. Embora seja vista como pouco significativa, a descida em cerca de dois pontos percentuais pode também significar um afrouxamento das taxas, o que é um indicador de estabilização da inflação. A estudante do curso superior de economia Ana Guilherme entende que, uma vez que a inflação, em Angola, é medida pelo preço ao Consmudor, todas as variações para baixo indiciam uma recuperação do poder de compra.