Uma vez criadas as condições no que diz respeito a infra-estruturas e o acesso aos recursos financeiros, competirá ao sector privado empreender para substituição competitiva das importações e diversificar as exportações. O sector privado deve encarar o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), como uma enorme responsabilidade, pois trata-se da óptima oportunidade de mostrar o que vale como motor do desenvolvimento económico e também uma oportunidade de investir e fazer negócios com sucesso.
As fontes de recursos a serem alocados para execução do prodesi são subsidiariamente as seguintes:
I. Recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento, disponibilizados por linhas de crédito do BDA;
II. Recursos remanescentes de linhas de crédito bilaterais estabelecidas inicialmente para atender o Programa de Investimentos Públicos;
III. Recursos provenientes do Investimento Directo Estrangeiro;
IV. Fundos de private equity do Fundo Soberano de Angola;
V. Recursos provenientes de mecanismos de contrapartida previstos na Lei n.º
VI. Outros recursos do mercado financeiro nacional e estrangeiro disponíveis, como fundos privados de private equity, financiamentos com garantia de geração de créditos de carbono com base no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, entre outras naturezas de funding existentes;
VII. Recursos oriundos de outras fontes internas e externas de financiamento.
O próprio sector privado poderá também contribuir para melhorar o acesso ao crédito com instrumentos da sua iniciativa, tais como: a criação de cooperativas de crédito, sociedades de garantia mútua e acções com vista ao desenvolvimento da cultura ética nas empresas, adopção de códigos de ética, literacia e inclusão financeira.

Incentivos
A concessão dos benefícios previstos no PRODESI fica condicionado à observância, por parte dos beneficiários do sector privado, que já estejam a operar ou pretendam iniciar a sua actividade das seguintes condições:
Cumprimento do calendário conducente à realização dos investimentos abrangidos por benefícios públicos; Prestação de informações periódicas sobre o desenvolvimento dos investimentos ou da produção, que permitam avaliar a sua conformidade com os projectos aprovados;
Prestação de contas e pagamento dos impostos regular e integral;
Realização de transacções comerciais com o exterior preferencialmente com recurso ao crédito documentário;
Oferta à subscrição pública de parte do capital social, ou dos aumentos do capital social, quando se tratem de sociedades anónimas, bem como a sujeição dos títulos à cotação na BODIVA, se tal ainda se não tiver verificado;
Outras condições de salvaguarda de interesse público, a fixar de acordo com a natureza e fins dos empreendimentos.

Agroindústria e Pescas:
Culturas da agricultura e pecuária industrializadas que integram os bens da cesta básica, nomeadamente: arroz, açúcar, feijão, fuba de milho e de bombó, farinha trigo, óleo de soja e de palma e carne seca, leguminosas, oleaginosas; Hortofrutícolas, tubérculos e outros produtos agrícolas com destaque para a soja, o algodão, a cana-de-açúcar, moringueiras e palmares, ovos e frangos, carne bovina, caprina e suína, café, banana, sal, produtos da pesca e da aquacultura (com destaque para crustáceos, moluscos, farinha e óleo de peixe, entre outros), preparação e tratamento de sementes de culturas permanentes e de culturas temporárias para propagação.

Recursos Minerais e Petróleo:
Produtos refinados e aglomerados de combustíveis, rochas ornamentais, ouro, quartzo, minerais da indústria química para a fabricação de adubos, calcário e gesso natural, areias naturais.

Indústria:
Bens industrializados da cesta básica, nomeadamente: massa alimentícia, sabão em barra e leite em pó, indústrias das bebidas, produtos dos têxteis e artigos de vestuário, produção de minerais não metálicos (cimento, cal e gesso, produtos cerâmicos, produtos de fibrocimento, obras de mármore e de rochas similares), produção de vidro e artigos de vidro (p.ex. embalagens de vidro), Produção de metais de base etc etc.