Com uma produção de trinta milhões de ovos/mês, numa média diária de um milhão deste produto, atingida em Janeiro do ano em curso, a fazenda “Pérola do Kikuxi”, em Luanda, garante manter este nível de produção para satisfazer parte do mercado nacional.
Além de atingir o pico da sua capacidade de produção de ovos, a fazenda avícola, por sinal a maior do país, também está a produzir 100 toneladas de frango/mês, com um abate de 2.500 aves/dia, bem como dedica-se à produção de ração animal, que ronda as 120 toneladas/dia, numa acção do grupo empresarial Diside.
Em 2016, a média de produção desta fazenda era de 700 mil ovos/dia e 100 toneladas frango/dia.
Com estes níveis de produção, a fazenda, localizada nas imediações do canal do Kikuxi, distrito urbano do Zango, município de Viana, tem contribuído na diminuição do défice de produção de ovos em Angola, tendo em conta os níveis que o país precisa para atingir a auto-suficiência deste produto, pois 20 por cento das necessidades ainda são satisfeitas pela importação.
Constam também das grandes produtoras de ovos no país, os pólos industriais “Filomena”, “Aldeia Nova” e a “Uniovos”, que em conjunto têm a capacidade de produzir cerca de 60 milhões de ovos/mês.