A empresa de Transportes Colectivos Urbanos de Luanda (TCUL) criou desde terça-feira última uma rota especial, para apoiar cidadãos que se deslocarem à Zona Económica Especial (ZEE), a fim de visitarem as exposições da FILDA/2018).
A informação foi avançada pelo director nacional para economia, competitividade e inovação do Ministério da Economia e Planeamento, Marcelino Pinto.
O responsável sublinhou que há autocarros em pontos como Frescangol, no município do Cazenga, Ponte Amarela, em Viana e outros na entrada da zona até ao local de exposição para apoiar pessoas que não tenham meios de transporte próprio.
O responsável, que falava numa conferência de imprensa, não avançou o número de autocarros disponíveis, mas referiu que o acesso está devidamente assegurado, esperando poder contar com a participação da população na “maior bolsa de negócios”.
Cidadãos contactados pelo Jornal de Economia & Finanças mostraram-se satisfeitos pelo arranjo por se tratar de um local distante e sem acesso a táxis, o que vai permitir com que o número de visitante aumente.