ove milhões de usuários de internet é a meta a atingir até 2022 em todo o país, atendendo aos investimentos que se têm feito na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).
O director Nacional da Sociedade de Informação e Meteorologia, Meick Afonso, afirmou que estão a ser feitas análises para as melhores soluções que se adequam a expansão dos serviços de telecomunicações, nomeadamente o acesso a internet.
Meick Afonso disse ainda que o sector das TIC tem feito um grande esforço no sentido de desenvolver cada vez mais o acesso às tecnologias para o mundo global. Lembrou que, recentemente, foi inaugurada a Academia de Multimédia e Sala de Jogos interactiva no Instituto Médio de Telecomunicações (ITEL) pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, com o objectivo de promover a criatividade e formar mais jovens.
Em todo o país, o projecto “Angola Online” tem vindo a estabelecer pontos de acesso gratuito de internet, que tem obtido resultados positivos nas escolas públicas e permitido aos estudantes o acesso a mais informações.
O director adiantou, de igual modo, que neste momento a taxa de acesso ao serviço de internet é de mais de 5 milhões de utilizadores.
“Estamos muito próximos da meta preconizada de 9 milhões de utilizadores até 2022”, disse.
Meick Afonso admite que a partilha de infra-estruturas é um dos factores importantes para este desiderato, e de redução ao máximo do custo de operação para manter o serviço de comunicação, além de um plano adequado de expansão dos produtos tendo em conta as inovações tecnológicas de longo ou médio prazo.