A Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) vai focar e priorizar a sua actuação em 21 países e investidores de maior potencial nos sectores da agro-indústria vegetal, produtos do mar, metais e minerais, pedras preciosas, madeira, turismo, têxteis, entre outras áreas.
A medida, que se enquadra no desenvolvimento do Projecto de Captação de Investimento Privado (PROCIP), aprovado em Conselho de Ministros, em Outubro último, faz parte dos cinco pilares definidos pela AIPEX, com vista a atingir os objectivos definidos pelo Executivo no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022.
Atrair o investimento privado em sectores prioritários previamente definidos, valorizar Angola como destino de investimento privado, bem como acelerar a captação de investimento privado e garantir a excelência operacional da AIPEX, constam dos cinco pilares definidos.