A província de Benguela passa a ser a décima circunscrição a imprimir localmente as cédulas de alvará comercial, com os mesmos padrões de segurança e originalidade das demais províncias que já têm tal autonomia.
O lançamento foi feito pelo secretário de estado do comércio, Amadeu Leitão Nunes, e pela vice-governadora de Benguela, Deolinda Tchocondoca Vayangula, ao consumarem a entrega de alvarás
aos primeiros beneficiários.
O director do Gabinete de tecnologias e informação do Ministério de Comércio, Domingos Alexandre, garantiu que as cédulas de alvará comercial, impressas fora da capital, mantêm exactamente os mesmos padrões de segurança, o que os torna tão autênticos, como os são em Cabinda, Bengo, Uíge, Cuanza-Sul, Cuanza-Norte, Huíla e em outras
que já têm o mesmo serviço.
Código de barra, código QR, papel especial, inscrições microscópicas e referências digitais são algumas das várias medidas para
prevenir falsificações.