No fórum, que teve início terça-feira última, Angola participa com uma delegação encabeçada pelo ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior.
Segundo apurou o JE, cerca de 1.500 pessoas participam no evento, onde vai se discutir as oportunidades de negócio entre as partes.

Trata-se de um evento organizado pelo Governo de Moçambique em parceria com a Corporate Council on África e a Confederação das Associações Económicas de Moçambique, virado para a promoção de negócios e investimentos dos EUA em África sob o lema “Avançando uma resiliente e sustentável parceria EUA-África”, o fórum serve de plataforma para representantes do sector privado e de governos dos EUA e de países africanos, para participar em sectores-chave, como o Agro-negócio, Energia, Saúde, infra-estrutura, facilitação do Comércio, TIC e Finanças.
Explorar novas oportunidades de negócio e conhecer potenciais parceiros, defender as políticas efectivas de comércio e investimento entre EUA e África, constam igualmente dos objectivos do encontro.
Tendo em conta as iniciativas para o fomento das exportações e o desenvolvimento de acções tendentes à melhoria do ambiente de negócio, para que atraia o Investimento Directo Estrangeiro (IDE), a delegação angolana considera oportuna a realização do evento, no âmbito da diplomacia económica que o Executivo está a desenvolver.