O reforço da cooperação entre Angola e a China será o tema central de uma acção de formação que se realizará de 1 a 30 de Junho no país asiático, num projecto oferecido pelo Governo chinês a Angola.
A Embaixada chinesa em Angola anunciou, que participarão da formação 17 angolanos de vários ministérios, sob a coordenação da Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (APIEX).
O seminário de promoção de investimento ocorrerá de 1 a 30 de Junho, na cidade de Changsha, província de Hunan, e constará, fundamentalmente, de palestras, visitas de campo e contactos com empresários chineses de vários sectores.
O seminário tem como propósito fundamental disponibilizar aos angolanos maior conhecimento do estado de desenvolvimento e das políticas
económicas da China.
O encontro visa, também, identificar novas oportunidades de negócio, com vista à elevação da cooperação económica e comercial entre os dois países.
A China vai oferecer este ano formação a 200 profissionais angolanos, em acções de curta duração, nas áreas de agricultura, infra-estruturas, finanças, saúde, logística, minas, comunicação social, turismo, comércio e investimento.
O governo chinês realizará, ainda, este ano, uma grande Exposição Internacional da Importação, em Novembro, na cidade de Shanghai, uma grande oportunidade para Angola exibir o que tem para vender à China.