A revitalização de cooperação bilateral entre Angola e a República Checa, interrompidas em 2010, com o encerramento da embaixada daquele país por questões técnicas, foi restabelecida esta semana, tendo como prioridade os sectores agrícola e da banca.
Para a materialização desta intenção, uma delegação de empresários da República Checa, chefiado pelo secretário de Estado do ministério da Agricultura daquele país, Jiri Sir, está no país com objectivo de manter encontros de trabalho com entidades angolanas e começar contactos com sectores essenciais da economia nacional.
A delegação checa pretende ter um conhecimento real das condições existentes no ramo agrícola e contribuir para o desenvolvimento e aumentar a geração de emprego neste sector.
No encontro com a missão checa, o chefe da delegação angolana, o secretário de Estado da Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, Domingos Vieira Lopes, reconheceu as valências daquele país, no domínio da agricultura e espera que os encontros técnicos produzam um resultado positivo.
Justificou que o país tem terrenos férteis e pelo trabalho feito com a desminagem de terras, há a necessidade de dar-se início à produção agrícola, sendo uma iniciativa importante na luta e combate à pobreza e alternativa ao sector petrolífero.
Falou da necessidade de se ocupar os ex-combatentes na actividade agrícola e a criação de estruturas nos campos de cultivo, uma iniciativa que poderá contar com o apoio da República Checa.
Por sua vez, o secretário de Estado do Ministério da Agricultura da República Checa, Jiri Sir, apontou que o combate à corrupção e eliminação da dependência alimentar serem essenciais para o desenvolvimento de qualquer país.
A propósito, manifestou a disponibilidade da República Checa em ajudar Angola e enalteceu as transformações económicas que o país está viver.
A delegação da República Checa, representada por várias empresas, esteve no país durante três dias.
Angola estabeleceu as primeiras relações político-diplomáticas e de cooperação com a República Checa a 01 de Janeiro de 1993, data em que se constituiu o novo Estado checo.
A 1 de Dezembro de 1999 foi assinada uma Declaração sobre as Relações Bilaterais entre Angola e a República Checa.
Em 2006, o então ministro das Relações Exteriores, João Miranda, e o ministro dos Negócios Estrangeiros da República Checa, Cyril Svoboda, assinaram o Memorando de Entendimento e o Programa de Cooperação para o Desenvolvimento.
Em 2017, a Agrico uma empresa da República Checa e líder na criação de suínos naquele país manifestou a intenção de disponibilizar uma linha de financiamento às empresas angolanas no sector da agro-pecuária.
As empresas interessadas ao crédito disponibilizado pela empresa checa devem apresentar projectos exequíveis, que permitam o rápido reembolso do montante, o seu representante, Michal Karmizin.