OFórum Agro-Empresarial e Eco-Turismo - Angola-África do Sul, aberto ontem no Centro de Convenções Internacional da Cidade do Cabo, África do Sul, encerra hoje com a apresentação das potencialidades agricolas dos dois paises. O evento que é co-organizado pela Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações de Angola (Aipex) e a Câmara de Comércio e Indústria Angola-África do Sul (CACIAAS), tem como finalidade promover e alavancar o comércio e investimento na região da África Austral. Um documento a que o JE teve acesso refere que, essa conferência de alto nível que se realiza em Cape Town International Convention Center, é sem dúvidas a base perfeita para o lançamento de relações económicas e sociais transfronteiriças nos sectores agrícola e de ecoturismo de ambos os países, uma vez que se destina atrair grandes protagonistas nesta área. O evento é uma notável plataforma de interacção, porque não vai só promover e facilitar o investimento privado-estrangeiro para projectos agro-empresariais e de ecoturismo, mas também alavancar as futuras relações comerciais entre Angola e a África do Sul, e tornar-se inadvertidamente num evento de acesso à outros mercados da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). A nota assegura que, a conferência está apresentada pelos conceituados editores de empresa-para-empresa (B2B) e da Cape Media Corporation, um dos mais antigos e maiores organizadores de eventos B2B da África do Sul. O documento sustenta ainda que, Angola como o segundo maior produtor de petróleo do Continente Africano, depois da Nigéria, está aberto e pronto para os negócios. Sendo um país rico, Angola dispõe de vários recursos naturais e muitas oportunidades lucrativas que carecem de acordos bilaterais de comércio entre os dois países. No fórum estão a ser abordados temas como, o papel da Câmara do Comércio e Indústria Angola-, África do Sul no desenvolvimento das relações económicas entre Angola e a África do Sul, O encontro será desdobrado em três painéis, nomeadamente “Produção Agrícola e Pecuária”, “Ecoturismo” e “Apoio Financeiro ao Sector Privado”. De acordo com o programa distribuído à imprensa, o encerramento do evento estará a cargo da administradora da AIPEX, Sandra Dias dos Santos. A apresentação do PROPRIV estará a cargo do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), na pessoa da sua chefe do Departamento das Privatizações, Ana Paulo Zango.