Mais de 14 milhões de kwanzas é o volume de negócio resultante da 6ª edição da feira municipal da banana, que decorreu de 20 a 21 de Junho, no município da Cameia, província do Moxico.
Sob o lema “fortalecer a agricultura familiar, para lutar contra à fome e à pobreza”, o evento contou com 120 expositores provenientes de diversos pontos da província e foram expostos mais de 100 toneladas de produtos diversos, com destaque para banana, laranja, tangerina, cana-de-açúcar, mamão, limão, mel, ginguba, mandioca e abóbora.
O governador da província do Moxico, Manuel Gonçalves Muandumba que testemunhou o certame, mostrou-se regozijado com o nível de organização e afirmou que o programa de desenvolvimento da província do Moxico, aposta fortemente no ramo da agricultura devido as suas potencialidades que oferece, principalmente na criação de novos postos de trabalho.
Gonçalves Muandumba considerou que a produção agrícola além de garantir o aumento do volume de negócio vai criar abertura para o fomento da agro-indústria e permitir que muitos camponeses participem no desenvolvimento económico e social da região.
A realização da 6ª edição da feira da banana no município da Cameia, segundo o governador, é de extrema importância numa altura que o Executivo apela a mobilização de esforços para a diversificação da economia nacional.
Gonçalves Muandumba reconheceu as potencialidades da região e realçou que o município da Cameia tem se destacado em vários sectores, com realce para a pesca artesanal em grande escala.
O governador defendeu a adopção de medidas para potenciar e divulgar tudo que está a ser produzido na região de modo a compensar os esforços dos camponeses que trabalham com muito sacrifício para colocarem o produto no mercado.
“Temos que fazer com que estes produtos ganhem qualidade para serem transformados, empacotados, registados e comercializados em qualquer parte do país ”, garantiu, depois de destacar a presença de vários turistas vindos das províncias vizinhas.

Apostar no turismo
Além das potencialidades agrícolas, o município tem o Parque Nacional da Cameia, com características bastante atractivas para receber turistas.
O mau estado da via que liga a sede do município com a capital da província condiciona a deslocação de turista e o escoamento de produtos para outros mercados.
O governador incentivou os camponeses a continuarem a trabalhar em associações e cooperativas, tendo sublinhado que o Governo está a criar mecanismos para apoiar todas as iniciativas que visam gerar o desenvolvimento na província.
Apelou a classe empresarial a participar nestes eventos, tendo os desafiado a investirem no ramo agrícola aproveitando as potencialidades que a província oferece.
“Com estas potencialidades que a província tem, pretendemos realizar no mês de Setembro, um fórum de negócio e de oportunidades, evento que vai contar com a participação de vários empresários nacionais e estrangeiros”, anunciou.
O fórum, segundo o governador, vai servir também para intercâmbio e trocas de experiência no sentido de desenvolver a economia local, particularmente no sector agrícola.

Fomentar o investimento
Para o administrador municipal da Cameia, Zaqueu Isaac a feira da banana é um evento anual que tem como objectivo promover as potencialidades económicas e fomentar o investimento privado no sector agrícola.
A feira da banana contou com os expositores dos municípios do Leua, Moxico, Luau, Bundas e Luchazes, esta última apresentou alguma inovação com a exposição do mel, amendoim, banana, soja e arroz transformado e empacotado.