Pelo menos 120 milhões serão disponibilizados pelo Banco de Exportação e Importação Norte-americano (Ex-Im Bank) aos bancos angolanos Africano de Investimentos (BAI), de Fomento Angola (BFA), Poupança e Crédito (BPC) e o Espírito Santo Angola (Besa) para importação de produtos a partir dos Estados Unidos da América.

De acordo com uma nota de imprensa da Embaixada dos Estados Unidos da América em Luanda a que a Angop teve acesso, o conselho de administração do Ex-Im Bank aprovou esta facilidade de crédito com o objectivo de permitir às quatro instituições bancárias providenciarem aos seus clientes um processo de revisão expedito e com um prazo de aprovação célere.

No documento lê-se que, a propósito aprovação do crédito, o embaixador dos EUA em Angola, Dan Mozena, considerou a decisão do Ex-Im Bank, “o reflexo da contínua confiança depositada pelos Estados Unidos no futuro promissor de Angola”.

Para o diplomata, o crédito colocará à disposição do sector privado angolano um acesso expedito aos bens e serviços de alta qualidade, no qual se inclui as áreas fora do sector petrolífero e gás, bem como permitirá ao país continuar o seu programa massivo de reconstrução, enquanto os cidadãos partilham da sua riqueza natural.

Nesta conformidade, Dan Mozena exortou os homens de negócios angolanos para explorarem os benefícios oferecidos ao abrigo desta facilidade, acrescentando que os responsáveis bancários afirmaram estar preparados para aumentar os valores postos à disposição dos bancos de Angola.

Por seu turno, Joseph Grandmaison, membro do conselho de direcção do Ex-Im Bank, sublinhou as oportunidades oferecidas por Angola nos sectores de petróleo, do gás, do desenvolvimento infra-estrutural e agricultura.

Quanto aos empresários angolanos interessados em importar produtos dos Estados Unidos e a tirar proveito dos financiamentos desta facilidade de crédito, poderão contactar um dos quatro bancos beneficiários, ou a Secção Comercial/Económica da Embaixada americana em Luanda.

No ano económico de 2008, o Ex-Im Bank autorizou um apoio financeiro de USD 14.4 biliões para as exportações americanas estimadas em USD 19.6 biliões em todo o mundo.

Para os mercados da África Sub-Saariana, o Ex-Im Bank autorizou mais de USD 555.3 milhões para apólices de seguro e garantias de créditos de exportação.

No passado, o Ex-Im Bank disponibilizou um empréstimo de USD 350 milhões a Angola para a compra de aviões.