A cidade de Benguela continua a consumir peixe vendido em condições higiénicas deploráveis na zona das Tombas, devido à falta de uma lota (local de conservação e venda de pescado), o que coloca em risco a vida de milhares de consumidores que acorrem ao local.
Centenas de cidadãos deslocam-se diariamente à referida zona para adquirir pescado e marisco, cientes de que as condições de salubridade e de conservação disponíveis no local não são as mais recomendáveis.
Falando à Angop, a propósito das condições de “pura insalubridade” em que trabalham as peixeiras desta cidade, o chefe do gabinete provincial da Agricultura, Pecuária e Pescas, admitiu as más condições em que as mesmas labutam, mas disse tratar-se de um
período passageiro.
“O governo da província já adquiriu, ainda no tempo do ex-governador Isaac Maria dos Anjos, todo espaço envolvente do mercado do peixe das Tombas, para a construção de uma lota para a cidade de Benguela, mas, infelizmente, o país vive essa situação de crise financeira e o projecto está actualmente engavetado”, frisou, considerando-se esperançado de que o projecto seja ainda implementado neste ciclo governativo.mas condições higiénicas o que vem a perigar a saúde humana