O consumo e a comercialização de ovos na província do Bié é, na sua maioria, de produção local, fruto do investimento privado feito pela fazenda Avipal, que diariamente oferece aproximadamente 25 mil ovos.
Instalada na província há dez anos na localidade de Caluapanda, município do Cuito, numa área total de 38 hectares, a fazenda dispõe de um espaço de produção com 24 mil aves, com capacidade instalada para a reprodução de 56 mil espécies. Actualmente a Avipal é a única com produção intensiva de ovos na região.

Mais investimentos

O proprietário da fazenda Augusto Chivinda que considerou satisfatórios os níveis produzidos, e antevê, para os próximos dias, o aumento da cifra, em função de uma linha de financiamento do Banco Fomento Angola “BFA” na ordem de kz 226 milhões.
Augusto Chivinda esclareceu ao JE que o investimento a ser financiado está destinado à aquisição de novo material para as áreas de produção e para o reforço de pintos da espécie poedeira.
Revelou  a existência de 18.360 pintos fêmeas de origem belga e, realçou que até Setembro, dentro do programa, a recepção receberá mais de 36 mil aves do mesmo fornecedor.
Dada a exiguidade na importação de inputs para alimentar as aves, a fazenda tem instalada uma indústria transformadora de milho e outros cerais com uma capacidade de produzir oito toneladas de ração por dia, sendo uma tonelada e meia por cada tiragem.
As naves de produção e as áreas de criação dos pintos são abastecidas por um pequeno sistema de água com uma perfuração de 100 metros de profundidade e tanques elevados de 20 mil litros. Augusto Chivinda disse que, o incentivo da instalação da fazenda Avipal  no Bié tinha como perspectivas reduzir as importações do produto pelos grandes super mercados, e combater as assimetrias mas, contudo, apenas a cadeia “Nosso Super” adquiri os seus produtos para comercializarem, e  em pequenas quantidades.
“Com a pouca procura que se verifica a nível dos grandes super- mercados, o destino da produção da fazenda está direccionado a grandes solicitações de pequenos empresários do Bié, das províncias da Huíla, Huambo, Cuando Cubango, e também mercados
informais”, afirmou.   
A fazenda Avipal do Bié é originária da Huíla e conta com 41 trabalhadores.