Os empresários do município da Caála, província do Huambo, foram chamados a aumentar o volume da actividade comercial e expandir os serviços para contribuir na redução da taxa de desemprego nesta região.
O apelo foi feito pelo director da repartição dos assuntos económicos do município da Caála, Isidro Kapitia, durante um trabalho de inspecção e fiscalização nos estabelecimentos comerciais e unidades industriais das comunas da Calenga e Cuima.
Afirmou que é fundamental aprimorar os conhecimentos sobre empreendedorismo e incentivar os jovens a criar os seus negócios, visando a promoção conjunta do desenvolvimento socioeconómico da localidade.
“O Estado não deve ser o único empregador, os empresários também devem estar envolvidos no combate ao desemprego juvenil”, referiu.
Durante o trabalho de campo, a equipa de fiscalização observou o nível de organização dos estabelecimentos comerciais e industriais, bem como o seu grau de funcionamento, em conformidade com a legislação.
O município da Caála localiza-se na parte central da província do Huambo tendo como limites a Norte o municípios da Ekunha, a Este o município de Huambo, a Sul o município de Chipindo, e a Oeste os municípios de Longonjo e Caconda. É constituído pelas comunas de Caála, Kuima, Kalenga e Katata.
Caála é hoje um dos centros de desenvolvimento na província do Huambo. A barragem do Gove, cuja albufeira abarca uma parte importante do município, é uma das esperanças do relançamento agrícola, pecuário e industrial da região.