Empresários angolanos vão participar nos próximos dias, no primeiro seminário da classe a ser realizado em Tel Aviv numa iniciativa da Câmara de Comércio e Indústria Israel/Angola.

Segundo Fernando Ferreira, coordenador da Camara de Comércio e Indústria Israel/Angola, a deslocação de empresários angolanos a Israel servirá para a troca de experiência entre os homens de negócio dos dois países.
Fernando Ferreira disse ainda que este seminário é o primeiro do género que Israel organiza com empresários angolanos
depois da sua criação em 2016.
“Neste evento os empresários angolanos vão se inteirar da realidade israelita, potencialidades económicas que o país possui e as oportunidades de investimento que oferece”, disse Fernando Ferreira, em entrevista à Rádio Nacional de Angola.
O responsavel deu ainda a conhecer que a classe está já a trabalhar para a criação da Câmara de Comércio e Indústria Angola/Israel para os próximos tempos.
Para Fernando Ferreira, os empresários angolanos podem cooperar com os israelitas nos sectores da indústria, agricultura e no sector energético.
Israel é considerado um dos países mais avançados do sudoeste da Ásia em desenvolvimento económico e industrial. Tem o maior número de empresas cotadas na bolsa NASDAQ fora da América do Norte. Em 2008, tinha o 41º produto interno bruto (PIB) mais alto e o 22º maior PIB per capita do mundo (em paridade de poder de compra), com 199,5 mil milhões de dólares e 33.299 de dólares, respectivamente.
Em 2007, foi convidado a aderir à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, que promove a cooperação entre os países que aderem aos princípios democráticos e explorar economias de mercado.
Apesar dos limitados recursos naturais, o intensivo desenvolvimento industrial e da agricultura ao longo das últimas décadas fez com que Israel se tornasse amplamente auto-suficiente na produção de alimentos.