O governo provincial do Huambo em colaboração com o Ministério da Construção e Obras Públicas vai desenvolver um projecto, de âmbito regional, que consiste na qualificação da mão-de-obra nacional, sobretudo na camada jovem, com a massificação de cursos técnico-profissional gratuitos, numa iniciativa que estenderá às províncias do Bié e Cuando Cubango.
As acções formativas, que têm início este mês, vão decorrer no Centro de Formação Profissional de Construção e Indústria de Material de Construção do Huambo (CEFOPROF), em que serão ministradas matérias relacionadas com as várias áreas do ramo, onde a perspectiva, no final do mesmo, é de promover o auto emprego dos jovens através do empreendedorismo.
De acordo com o director do Cefoprof, Cruz do Espírito Santos, recai sobre as administrações municipais a responsabilidade de seleccionar os candidatos que vão participar dos cursos, sendo que os mesmos deverão ter no mínimo 17 anos e possuir o nível de escolaridade obrigatória a 7ª classe.
“As administrações municipais vão indicar 55 candidatos para os cursos, sendo 9 de cada município, em termos internos e 46 externos, totalizando 605 candidatos, cujos encargos da formação gratuita serão suportados pelo Governo, através da comparticipação das administrações. No fundo, quem irá financiar directamente o projecto são os municípios, que já começaram a fazer o pagamento, com um montante de 772 mil kwanzas por cada município”, disse.
A formação profissional será contínua, visto que é um projecto a médio e longo prazos, e o ciclo formativo terá a duração de quatro meses. A instituição, que vai albergar os formandos, conta com onze turmas, 84 dormitórios, 15 laboratórios equipados, um auditório com capacidade de 160 lugares, refeitório para 120 pessoas, campo polidesportivo e conta com um corpo docente de 15 professores, todos angolanos, formados no país e no Brasil. O Cefoprof já formou, desde a sua fundação, mais de 2.000 jovens e interessados.A partir deste ano, disse, o centro vai começar a testar os materiais de construção das obras a nível da província, visto que é um processo que está sob a alçada do Laboratório de Engenharia e visa auxiliar no trabalho da avaliação da qualidade das obras. O Cefoprof foi inaugurado em 2009.