O embaixador da República da Zâmbia em Angola, Lawrence Chalungumana disse terça-feira em Luanda, que as relações económicas entre os dois países são excelentes, apesar de fracas por falta de reabilitação das vias terrestres para evacuação dos produtos. O diplomata teceu estas declarações por ocasião do 53º aniversário de independência do seu país, comemorado no dia 24 do corrente e defendeu a necessidade urgente de reabilitação dos caminhos-de-ferro que ligam a cidade fronteiriça de Jimbe, província ao noroeste da Zâmbia, ao caminho-de-ferro de Benguela.
O Corredor de Benguela seria o caminho mais curto para evacuar os produtos, uma vez que dependem do porto de Dar-es-Salam (Tanzânia) e de Durban (África do Sul). Para o embaixador, quando houver conexão com o caminho-de-ferro de Benguela as exportações de cobre poderão ser mais profícuas, assim como os demais produtos fabricados na Zâmbia, nomeadamente, o milho, tabaco, açúcar, sementes e ração animal.