Os sectores de prestação de serviços, refrigerantes, telecomunicações, cervejas e electrónica de consumo foram os apontados como de maior relevância no mercado angolano.
Estas são as principais conclusões da análise “Insights e Tendências das Marcas de Excelência em Angola” apresentada terça-feira em Luanda.
Trata-se de uma análise detalhada aos dados recolhidos no estudo do consumidor promovido pela Superbrands Angola, entre os anos de 2012 e 2018, desenvolvida pela Assertys, empresa de Pesquisa e Consultoria presente no mercado angolano.
O estudo aponta ainda as marcas Blue, Coca-Cola, Cuca, Sonangol e Unitel, como as de maior relevância global nas diversas dimensões em análise. Nos últimos anos, em particular no período de 2016 a 2018, constata-se maior penetração das marcas globais no mercado angolano. Finalmente, a utilização da distinção Superbrands pelas marcas obtém uma elevada receptividade, nomeadamente junto do segmento jovem da população (<34 anos="" br="">Na última vaga da análise (final 2018), assumiram maior relevância marcas dos sectores de Refrigerantes, IT e Electrónica de Consumo e Automóveis.
Numa análise por faixa etária, verifica-se que os jovens estão mais ligados às marcas nos sectores de Fashion e Desporto e o segmento mais velho aos sectores de Cervejas e Águas.
Os dados em análise apontam também para um aumento crescente do reconhecimento e relevância da distinção no mercado angolano e do seu impacto nas marcas que a utilizam, com mais de 60 por cento dos consumidores do último ano do estudo, a afirmarem reconhecer a distinção.
Os consumidores reconhecem um impacto positivo sobre a possibilidade de compra e recomendação das marcas que ostentam o selo superbrands, com uma média de 83,1 por cento dos consumidores a afirmarem estar mais ou muito mais inclinados a comprar e/ou experimentar os produtos de marcas e 86,1 a recomendarem-nas a amigos e familiares.
Este impacto assume particular relevância nas camadas mais jovens da população (<34 anos="" que="" s="" o="" segmento="" mais="" receptivo="" distin="" br="">As preferências dos consumidores foram avaliadas com base na proximidade, confiança, afinidade, satisfação e notoriedade, cinco importantes atributos que permitem identificar a relevância das marcas que consideram únicas, aquelas em que mais confiam, com as quais mais se identificam, que mais os satisfaz e que consideram mais conhecidas.
Uma análise da variação inter-vagas permitiu identificar quatro padrões na evolução dos sectores de consumo durante o período de estudo: os sectores “resilientes”, que se mantiveram constantes no período em estudo; os “emergentes”, que ganharam relevância no período em análise; os “alternados”, sectores mais voláteis; e finalmente “em erosão”, os sectores cujas marcas perderam relevância durante estes anos em análise.
Sobre o impacto desta análise, o partner senior da Superbrands Angola , Pedro Diogo Vaz, salienta que “é evidente que as Marcas de Excelência oferecem vantagens físicas e/ou emocionais, relevantes, e consequentemente, são conhecidas, desejadas e procuradas. Por isso é tão importante destacar estas boas práticas no mercado, e ao mesmo tempo tornar visível o reconhecimento que o mercado faz do seu trabalho. Este é um dos objectivos deste trabalho.”