Administradores municipais e gestores públicos do Cuanza Sul aperfeiçoaram os seus conhecimentos sobre a operacionalidade do Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022.
Em análise e aperfeiçoamento dos conhecimentos estiveram igualmente as “Instruções de Elaboração do OGE 2020” e “o Fluxo e Metodologia para a Elaboração do Plano Anual de Contratação Pública (PAC)”.
O seminário, que terminou terça-feira, visou capacitar os gestores das unidades orçamentais sobre os mecanismos e métodos de elaboração do OGE, para garantir a eficiência e a eficácia no processo.
Na abertura do certame, o vice-governador do Cuanza Sul para o sector técnico e infra-estruturas, Demétrio Sepúlveda, considerou ser o “primeiro passo” que o Governo vai desenvolver em 2020, no âmbito do plano de governação, tendo em conta a preparação do OGE.

“Estamos numa fase em que precisamos planificar e aplicar bem os recursos postos à nossa disposição, programando acções com impacto para a vida das populações,” rematou.

A elaboração do OGE inicia no mês de Junho com a disponibilização do Sistema de Gestão Financeira do Estado pelo Ministério das Finanças, e termina antes de ser canalizado ao Parlamento.
O PDN tem 25 políticas estratégicas e 85 programas de acção.
Das Instruções de elaboração do OGE 2020, o economista Augusto Capilo apontou como novidades a feitura do orçamento pelas administrações municipais com a participação da população, por meio de um fórum de auscultação e a interacção com o Ministério da Economia e Planeamento.
Cuanza Sul tem uma população estimada em 1.793.787 habitantes.