O embaixador de Angola na República Árabe do Egipto, Pedro Hendrik Vaal Neto, convidou, no Cairo, os empresários egípcios para investirem no país e darem a sua contribuição na reconstrução nacional.

Hendrik Vaal Neto falava na cerimónia de encerramento da reunião empresarial sobre oportunidades de negócios e investimento em Angola, promovida pela embaixada angolana e pela Feira Internacional de Luanda, que decorreu numa das unidades hoteleiras da cidade do Cairo, e que contou com a presença de 500 empresários egípcios.

Angola é um país virgem, possuindo muitas oportunidades para os empresários egípcios investirem.

O diplomata afirmou, que existe em Angola a possibilidade de os egípcios e angolanos trabalharem juntos, para o desenvolvimento do país, bem como para reforçar a unidade entre os dois povos.

Entretanto, a embaixada angolana na República Árabe do Egipto, em parceria com a Feira Internacional de Luanda, promovem no mês de Novembro, em Luanda, uma feira de produtos e tecnologias egípcias no mercado angolano, com o objectivo de relançar a cooperação comercial entre os dois países africanos.

Segundo o responsável do sector de cooperação económica e comercial da embaixada de Angola no Egipto, António Santos Dias, a realização da reunião sobre oportunidades de negócios em Angola vai permitir que as trocas comerciais entre os países se desenvolvam sem sobressaltos. Referiu que o encontro vai facilitar igualmente a realização de uma feira comercial egípcia em Angola.

Para o presidente da Feira Internacional de Luanda, Matos Cardoso, o mercado egípcio é potencial em termos de tecnologias e em recursos financeiros para investimentos em Angola.

Referiu que todos os esforços estão a ser feitos para aproximação dos dois mercados, com o apoio da embaixada angolana, no sentido de os empresários egípcios estarem presentes na próxima edição da FILDA para mostrarem os seus produtos.