A informação foi avançada durante a cerimónia de abertura do encontro sobre “Políticas activas de emprego e sistema de formação profissional - objectivos e resultados”.
O governante frisou que o sector analisou a evolução dos empregos gerados por ano em relação ao total dos empregos acumulados, constando-se que 2014 foi o ano com maior número de emprego gerado, com uma percentagem de 35.
Pitra Neto referiu que as expectativas para o futuro são animadoras, baseadas nos resultados alcançados com políticas públicas e as medidas gizadas pelo Executivo, fundamentadas na diversificação da economia.
O ministro esclareceu ainda que o emprego e a realização profissional dos cidadãos representam um dos temas centrais na agenda institucional dos estados, bem como traduzem uma das aspirações mais elementares e legítimas da população economicamente activa. “O mercado de trabalho e do emprego estão intimamente associadas a vários factores, entre os quais a qualidade, expansão e empregabilidade”.