Onze milhões, 864 mil e 724 kwanzas é o valor que as empresas privadas devem ao Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) desde 2017 até ao momento, informou esta semana, em Ondjiva, província do Cunene, o director Boaventura Sayuka.
As empresas acumularam esta dívida por não cumprirem de forma regular com as obrigações estipuladas por lei, disse o responsável local em declarações recententes à Angop.
Sem avançar o número de empresas devedoras, Boaventura Sayuka explicou que as mesmas assinaram em 2017 acordos com a segurança social no sentido de irem amortizando a dívida por prestações, num prazo de dois anos, por falta de capacidade de pagar de uma só vez, mas estes pressupostos não foram cumpridos por parte das empresas a nível da província.
No primeiro semestre deste ano o INSS arrecadou mais de 128 milhões 404 mil e 459 kwanzas, contra 388 milhões, 64 mil e 913 Kwanzas de igual período anterior.
O Instituto Nacional de Segurança Social tem inscritos na província do Cunene mais de 18 mil e 623 trabalhadores assegurados e controla 290 organismos como sendo os contribuintes, nos sectores público e privado.
A questão do incumprimento das obrigações de pagamentos da segurança social das empresas é um pressusto legal inadiável.