A avaria técnica registada desde Domingo passado, no sistema pré-pago da Empresa Nacional de Distribuição (ENDE) foi superada na passada terça-feira (3).
Segundo uma nota da Ende, a falha técnica foi restabelecida, sendo que desta forma, estão normalizadas as operações do sistema pré-pago em todos os balcões da empresa e nos terminais multicaixas.
Devido a avaria, a Ende havia suspendido sábado passado das 22h00 até às 4h00 de Domingo, os seus serviços de vendas do sistema pré-pago, em todo o país.
Durante o referido período, algumas operações do sistema pré-pago da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade foram obrigado a transferir os dados para o outro sistema à medida que o cliente se dirigisse aos balcões.
No sentido de facilitar os clientes a efectuar as operações de compra de recarga normalmente em qualquer multicaixa, a Ende criou um sistema que permitiu seleccionar a opção em alguns bairros da cidade capital.
Durante o referido espaço de tempo muitos clientes da empresa pública ficaram sem iluminação eléctrica, assim como notou-se enchentes na loja central da Ende, por ser a única que estava operacional para o efeito.
Prejuízos
Calcula-se que a Ende tenha perdido muito dinheiro durante o período que se registo está paralisação, afirmam alguns economistas contactados pelo JE.
Jorge Gabriel, um cliente da empresa na centralidade do Kilamba, mostrou-se satisfeito com a superação da avaria, na medida em que estava a provocar muitos transtornos aos consumidores.
Uma posição defendida pela cliente Marta Barros, sentada na loja central da Ende, no bairro São Paulo.