António Eugênio

O Governo da Espanha vai disponibilizar USD 285,5 milhões para a construção do maior centro logístico e distribuição de Luanda (CLOD) com vista a permitir o armazenamento e conservação de alimentos. A informação foi avançada ao JE pelo conselheiro económico e comercial da Embaixada da Espanha, Mariano Muela.

O diplomata frisou que este valor constitui apenas parte do valor necessário, enquanto que o resto do dinheiro, a contrapartida, será disponibilizado pelas autoridades angolanas.

"O financiamento ainda não está fixado, mas sei que a maior parte da construção do CLOD será suportado pela Espanha. Só que ainda não tenho o valor exacto para este projeto estrela", esclareceu a fonte.

O empreendimento, que pode ser o maior a sul do Sahara resulta de um contrato celebrado recentemente entre o PRESILD-Nova Rede Comercial e o Consórcio Mercacasa/Icatema Consulting SARL. O centro, a ser erguido no município de Viana, ocupará uma área de 20 mil metros quadrados. O CLOD estará constituído por armazéns para a conserva de legumes, fruta, peixe, cereais, carnes e produtos não perecíveis, como arroz, açúcar, óleo vegetal e outros.

Serviços adicionais

Segundo o diplomata, este empreendimento vai servir também para apoiar serviços adicionais ao centro logístico, através do Presild, que abastece mais de 20 supermercados a nível de Angola.

O empreendimento que começa a ser erguido este ano, terá uma dureação de 30 meses e vai proporcionar mais de uma centena de empregos directos na fase de construção e outro grande número na fase de pós-construção.

Mariano Muela revelou que a Espanha vai particpar do financiamento de projectos semelhantes nas províncias de Malanje e Huambo, onde o Governo pretende erguer infra-estruturas semelhantes.

A construção de outros centros logísticos em diversos pontos do país vai permitir que as lojas do Nosso Super estejam isentas de rotura em stocks alimentares. A construção do maior centro logístico da rede Nosso Super foi aprovada, recentemente, em reunião do Conselho de Ministros. O contrato abrange a execução de projectos de arquitectura, rede de saneamento, engenharia, construção, fiscalização e equipamentos com material técnico específico.

Primeiro centro em Viana

Neste momento, a rede Nosso Super está a ser abastecida pelo primeiro centro de distribuição, construído em Viana, numa área de 14 mil metros quadrados. Possui uma área de armazenamento de 10 mil metros quadrados, onde cabem seis mil toneladas de produtos secos e 750 toneladas de perecíveis. Na infra-estrutura, existem dois mil distintos produtos, que são expedidos do centro logístico para todo o território nacional, através de uma frota de 55 camiões de rede. No total, serão construídos em todo o país oito CLOD e um mercado abastecedor, apurou o JE. O PRESILD-Nova Rede Comercial foi lançado a 9 de Novembro de 2006, com o objectivo de organizar e modernizar a actividade comercial do país, com a execução completa do programa, até 2012, e vai assegurar mais de 204 mil postos de trabalho.