A edição 2018 da Expo TIC, Exposição Internacional de Telecomunicações a ser organizado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e parceiros de 19 a 21 do corrente no Centro de Convenções de Talatona terá como novidade a presença de mais de 200 expositores do segmento.
Segundo apurou o JE, o Fórum e Exposição Angotic - Angola ICT é um evento de tecnologias de informação e comunicação de referência na região de África. O evento é a plataforma ideal para actualizar-se das últimas tendências e standards de indústria num ambiente de networking internacional entre profissionais das TIC, empresas, entidades governamentais, investidores e empreendedores.
O Angotic 2018 combina um fórum e uma exposição global de tecnologia de informação e da comunicação, para partilha de conhecimentos e um centro de networking para entidades governamentais, actores estabelecidos da indústria e provedores de serviços móveis emergentes, além da premiação.
O fórum, reúne individualidades de vários sectores e extractos, líderes do sector público e privado e representantes da indústria de todo o ecossistema das TIC. A exposição é de carácter internacional e de alto nível para empresas e organizações demonstrarem a liderança do sector, mostrar produtos inovadores, tecnologias e aplicações, destacando-se projectos-chaves, bem como visibilidade única, redes e oportunidades de transferência de conhecimento.
Segundo a organização, o tema das sessões deste ano foi inspirado na exploração das actividades que estão a impactar de forma decisiva a transformação digital do sector Estado e do tecido empresarial através das TIC, com principal enfoque em casos práticos que podem contribuir para ajudar a competitividade de empresas angolanas no mercado global como o ajustamento de empresas estrangeiras operando em Angola.
No entanto, irão apresentar-se temas como, o governo electrónico como mecanismo de melhoria da experiência do cidadão e das empresas, as redes sociais – potencial das redes sociais, riscos e estratégias de mitigação, as tecnologias emergentes para a melhoria da prestação de serviços bancários e E-commerce e Mobile Money, próxima geração das tecnologias de informação: IoT e inteligência artificial.

Objectivos
Dentre outros objectivos o certame irá a reflectir em torno do potencial e desenvolvimento das TIC e para as novas soluções de negócio, mostrar as novas tecnologias desenvolvidas pelas empresas de TI, que permitirão aprimorar a gestão, melhorar a qualidade dos serviços, ampliar a  produtividade, fidelizar clientes e facilitar a tomada de decisões.
A feira dará uma maior visibilidade às competências do nosso mercado, com reflexos importantes na geração de emprego, renda e qualidade de vida e na melhoria do ambiente de negócio.
Trata-se de um evento que pretende congregar entre 4.500 individualidades, representantes das empresas públicas e privadas do sector das telecomunicações e das tecnologias de informação, meteorologia, serviços postais, estudantes.

Feira Tecnológica
em cacuaco

Sessenta e oito expositores apresentam, de 13 a 16 de Junho, projectos de investigação científica, aplicativos informáticos, softwares e serviços na 3ª edição da feira tecnológica promovida pelo Instituto Politécnico de Cacuaco.
O director do Instituto Politécnico de Cacuaco, Ventura José Salvador, disse que durante a actividade haverá exposição, palestras, visitas de estudo e uma campanha de solidariedade.
Instituições como os ministérios da Educação, comunicação Social, dos Transportes, Administração do Território e Reforma do Estado, Energia e Águas, Ordenamento do Território e Habitação e o do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia e Inovação, empresas privadas e estudantes vão
participar na feira.