O grupo Finibanco, por meio de sua subsidiária Finibanco Angola, planeia abrir 30 balcões no país dentro de três anos, sendo seis destas agências ainda este ano. As informações são do jornal OJE, de Portugal, e da agência Reuters.

De acordo com o presidente da Comissão Executiva do Finibanco, HUmberto Costa Leite, Angola é o principal foco de desenvolvimento do grupo. A meta do banco é que, dentro de três anos, a operação em Angola seja responsável por 15% do volume de negócios do grupo.

A instituição está a estudar a cotação do Finibanco Angola na Bolsa de Valores de Portugal.