A General Electric vai inaugurar nos próximos dias em Luanda, as suas instalações multimodal para petróleo e gás. As instalações, com todos os serviços adicionais e com várias linhas de montagem, irá fornecer um conjunto de produtos e serviços em toda a cadeia de valor de petróleo e gás. Segundo um documento que o JE teve acesso, as novas instalações funcionarão como um pólo para apoiar os clientes, os projectos no país, na África Subsahariana e a nível global.
A infra-estrutura está localizada na base integrada de logística da Sonils, na Boavista. Com o investimento adicional, o centro multimodal baseia-se no histórico da empresa e nos seus consagrados recursos em montagem e testes de subsea trees (X-MAS).
A localização estratégica e multifuncional, coloca a empresa numa proximidade para atender importantes projectos na região e permitirá à firma oferecer uma resposta e mobilização mais rápidas aos locais dos clientes e reduzir os custos de entrega de produtos e serviços com base nas economias  de escala de um balcão único.
“Para os clientes, isso significa o acesso a um portfólio extenso de produtos e serviços num único espaço, redução de custos e eficiências e, em geral, cronogramas de projectos mais curtos.
As instalações de Luanda atenderão às capacidades da empresa de produtos da companhia em serviços e, equipamentos petrolíferos, soluções de processamento e turbomáquinas e serviços digitais”, disse o presidente do grupo na África Subsahariana, Ado Oseragbaje.
As operações do centro serão geridas por funcionários maioritariamente nacionais.