Um mil milhão de dólares norte-americanos (USD) é o montante que está a ser investido em Angola, pelo grupo empresarial norte-americano General Electric, nas áreas de energia eléctrica, transporte, petróleo e gás e saúde, anunciou esta semana, em Luanda, o presidente daquela companhia, Jeff Immelt.
Em declarações à imprensa, à saída de uma audiência concedida pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no Palácio Presidencial, informou que a empresa vai trabalhar para aumentar, de 1,5 a 2 Megawatts, a potência na rede eléctrica do país.
Jeff Immelt explicou que a audiência com o Chefe de Estado angolano serviu para actualizar as informações relacionadas aos projectos que a General Electric está a desenvolver em Angola, com destaque nos sectores de energia e transporte.
“Vamos entregar 100 locomotivas para ajudar o país no transporte de bens, na exploração e produção do gás”, afirmou Jeff Immelt, que em Janeiro de 2015 foi recebido pelo Chefe de Estado angolano, com o qual abordou aspectos relacionados com investimentos e projectos deste grupo
empresarial em Angola.
A General Electric Company, também conhecida por General Electric (GE), é uma empresa multinacional americana de serviços e de tecnologia, cuja divisão de negócios da GE está voltada para a produção de equipamentos de diagnóstico por imagem e foi fundada por Thomas Edison, em 1878, com o nome de Edison Electric Light Company.
Angola é um dos quatro mercados-chave da África Subsahariana onde a General Electric quer continuar a operar, sobretudo, nas áreas da tecnologia e dos serviços, na qual tenciona investir dois mil milhões de dólares no continente até 2018.