ANTÓNIO EUGÉNIO

O grupo empresarial Prado Valladares vai construir faseadamente diversos empreendimentos comerciais e sociais na área de Talatona, município da Samba, em Luanda-Sul, num investimento avaliado em cerca de USD 125 milhões, segundo anunciou o seu director comercial, Luís Moreira.

Em entrevista exclusiva ao JE, o responsável lembrou que no ano passado foram investidos USD 35 milhões na construção de um complexo residencial de 10 edifícios com cinco andares cada, no mesmo bairro, o que totalizará a oferta de 100 apartamentos.

O empreendimento, que apresenta inúmeras vantagens, por estar a ser construído numa área em franco crescimento de novas infra-estruturas comerciais e habitacionais, comporta edifícios do tipo T2 e T4 duplex, e estão a ser erguidos pela construtora RTV, ligada ao grupo, numa área de oito mil metros quadrados. As obras, iniciadas no primeiro semestre do ano passado, terão uma duração de 36 meses.

O projecto, denominado “Laguna”, segundo o director comercial do grupo, terá áreas de lazer, como clube, piscina, sauna, salões de jogos e parque para estacionamento para cerca de 100 viaturas.

No complexo, será montado um sistema de comunicações a partir da porta de entrada, sistema de acesso controlado, assim como um sistema de segurança para controlar todas as pessoas que afluem ao local.

O director comercial disse que um apartamento do tipo T2 será comercializado ao preço de USD 500 mil e T4 custa USD 900. Neste projecto cerca de 600 angolanos ganharam emprego.

Luís Moreira frisou que os interessados podem pagar o custo do apartamento de forma faseada.

Espaço Avenida

Um outro investimento foi de cerca de USD 20 milhões para a construção de um centro empresarial também em Talatona, denominado Espaço Avenida, composto por 168 lojas, distribuídas em dois blocos de quatro pisos cada e uma esplanada. A primeira etapa vai incidir na construção de 84 lojas de 30 a 200 metros quadrados.

No piso inferior (cave) serão construídas 14 lojas, duas das quais de 110 metros quadrados, 12 de 47 metros quadrados, um parque de estacionamento para cerca de 100 viaturas. No total, o centro vai ocupar um espaço de 2.146,74 metros quadrados.

No rés-do-chão, estarão implantadas 18 lojas, sendo duas de 200 metros quadrados, oito de 85, 4 de 81 e outras 4 de 56, abrangendo uma superfície de 973,58 metros quadrados.

No piso superior, vão ser construídas oito lojas de 85 metros quadrados, 4 de 81 e outras 4 de 56, totalizando 15 lojas, numa dimensão de 1.683,59 metros quadrados.

O primeiro andar, com uma superfície de 2.153,80 metros quadrados, terá 36 lojas, assim como um espaço reservado a uma esplanada.

Luís Moreira referiu que o grupo vai também investir USD 20 milhões para a construção de um estabelecimento comercial denominado “Espaço Avenida”. O início das obras está previsto para este mês, e a conclusão para o segundo semestre de 2011.

Um outro empreendimento perspectivado é a construção do “Mixcenter Multi Uso”, composto por seis pisos, dos quais três comerciais e os restantes para residências.

Recentemente, o grupo lançou no mercado angolano o centro comercial Conchas de Talatona, composto por oito lojas de médio e grande porte, e construído num espaço de total de 3.368,20 metros quadrados.

O projecto está situado a escasso metros do condomínio Residencial de Conchas. Constitui o segundo centro comercial, depois do Brisa.

Boulevard Talatona

Ainda na perspectiva de reduzir o défice habitacional em Angola, o grupo Valladares vai construir 89 vivendas de alta qualidade num projecto denominado “Boulevard Talatona”, empreendimento que custará cerca de USD 50 milhões. As casas do complexo serão do tipo triplex, com parque de estacionamento subterrâneo.

Cada vivenda terá uma cave de estacionamento para 4 viaturas. O rés-do-chão estará composto por uma sala de estar e jantar, varanda, cozinha, desck e lavabo, numa extensão de 114,15 metros quadrados. O primeiro andar terá uma suite master com sacada (???), dormitório com terraço, casa de banho, que abrangerá uma área de 91,07 metros quadrados. Já o terraço terá um salão, lavabo, copa, terraço, desck elevado com hidromassagem, que ocupará um espaço físico de 59,09 metros quadrados.

Os edifícios serão privativos, de quatro andares, servidos por elevadores exclusivos e terão um espaço de lazer e desporto em clube completo. O condomínio estará equipado com reservatório de água, gerador eléctrico, central telefónica e sistema de TV colectiva por parabólica. Não há previsão de inauguração.

Residencial Diamantes de Talatona

O luxuoso condomínio residencial Diamantes de Talatona será composto por 16 residências do tipo T5, providas de área administrativa, salão de eventos, portaria e segurança. As vivendas se apresentam em pavimentos de dois pisos, rés-do-chão e primeiro andar. As casas serão construídas em lotes de 520 metros quadrados de área.