O governo da província do Huambo intensificou, nos últimos anos, a divulgação dos 158 pontos turísticos identificados nesta região, bem como na melhoria das vias de acesso, como forma de atrair o interesse de empresários, no âmbito das políticas de diversificação das fontes de receita.
A confirmação é do director local do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, José Albano Canombo Manuel, em declarações à Angop, que admitiu a existência, no Huambo, de 158 pontos de atracção turística por explorar e, consequentemente, servirem de fonte de receitas do Estado.