A Imogestin estima proceder a entrega de habitações aos cidadãos regularmente inscritos no processo de aquisição de moradias nas centralidades do Kilamba e do Cacuaco, em Luanda, a partir de Abril deste ano, segundo revelou à imprensa o director comercial para novos projectos habitacionais, Gilberto Monteiro.

De acordo com o gestor, que falava numa conferência de imprensa promovida pela imobiliária, tal horizonte temporal para a entrega das habitações resulta do facto de a empresa ter concluído o processo de reclamações dos cidadãos nestas circunstâncias.

Gilberto Monte disse que a empresa continua a receber reclamações de cidadãos que pagaram moradias e não receberam, mas apenas daqueles que nunca tiveram oportunidade de a fazer.

Com efeito, Gilberto Monteiro anunciou, igualmente, que a partir de dia 2 de Fevereiro próximo serão abertos, nas cidades do Kilamba e do Cacuaco, postos de reclamações destinados àquelas pessoas que ainda não fizeram nem pela Sonip nem pela Imogestin.

“Os cidadãos que não enviaram a ficha de inscrição ou senha, o comprovativo de depósito bancário, a cópia do B.I. para reclamação, dentro do prazo que foi de 19 a 27 de Janeiro, poderão ainda efectua-la pelos endereços reclamacoeskilamba@gmail.com; reclamacoeskilamba@outlook.com; reclamcoeszango@gmail.com e reclamacoescacuaco@gmail.com”, precisou a fonte.

Por outro lado, informou que há muitas reclamações de pessoas cujos nomes não constam da lista de 2.888 inscritos fornecidas pela Sonip à Imogestin, mas que toda reclamação está a ser respondida.

Entrega de documentos
Desde o dia 15 deste mês que os cidadãos que pagaram, em Luanda, habitações e não receberam estão convidados a apresentar a documentação comprovativa de processo instruído junto da Sonip ou da Delta.

De acordo com um comunicado de imprensa da Imogestin divulgado recentemente, os cidadãos devem fazer-se acompanhar da ficha de inscrição ou a senha, comprovativo de depósito bancário, cópia da reclamação efectuada (caso tenha feito).

Segundo o comunicado, os cidadãos que já apresentaram na Imogestin, directamente ou através da comissão representante dos clientes não atendidos na Cidade do Kilamba, os documentos antes descritos estão dispensados de o fazer, devendo durante o mês de Março de deste ano receber o comprovativo do registo da sua reclamação.

Acrescenta que os interessados poderão enviar até ao dia 27 de Fevereiro os documentos acima referenciados, através da internet para os seguintes endereços electrónicos, reclamacoeskilamba@gmail.com, reclamacoescacuaco@gmail.com,reclamacoeskilamba@outlook.com.

Os interessados na apresentação presencial de reclamações poderão fazê-lo com a entrega de documentos descritos no número 1, nos postos de atendimento que serão abertos na Cidade do Kilamba e na Centralidade de Cacuaco, de 2 a 27 de Fevereiro deste ano.

Após o termo dos prazos, antes descritos, a Imogestin fará o tratamento das reclamações recebidas e dará a conhecer aos interessados, por via electrónica ou por carta, a decisão sobre cada caso, no prazo máximo de 60 dias.

Administração da Imogestin informa a todos os interessados em apresentar as suas reclamações ou que já o fizeram, cujas inscrições e por ordem das datas em que foram efectuados os pagamentos.