A abertura da primeira fábrica de reciclagem de plásticos marca o início da era da diversificação da economia, melhoria da renda das famílias e redução da pobreza na província do Cuanza Norte, disse o vice-governador local para o sector técnico e infra-estruturas, Mendonça Luís.
O responsável avançou este ponto de vista quando intervinha no acto da inauguração da fábrica de plásticos “Full Bliss Angola”, a primeira unidade fabril aberta no pólo industrial do município do Lucala, a 37 quilómetros de Ndalatando (capital da província) e que garantiu emprego a 103 cidadãos,
entre os quais 90 angolanos.
Infirmou que a construção da referida fábrica resulta de uma parceria entre investidores nacionais e chineses, esperando-se que os seus produtos venham a minorar o défice que o mercado angolano tem estado a registar.
Com a entrada em funcionamento desse empreendimento, prosseguiu, prevê-se um aumento de receitas fiscais e reforço das trocas comerciais para o município do Lucala em particular e para a província
do Cuanza Norte em geral.
Mendonça Luís garantiu continuar a apoiar institucionalmente os empresários interessados em investir no pólo industrial do Lucala, uma vez que há água e energia eléctrica para o efeito.
Recorde-se que a unidade fabril ora inaugurada já funciona em sistema experimental desde 2017, produzindo entre outros, papelões, cartões de ovos, caixotes para garrafas de bebidas e mangueiras de irrigação.