O ministro angolano dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos, deixou hoje (quarta-feira) Luanda, com destino a Pequim (China), onde, sexta-feira e sábado, participa, na qualidade de presidente da OPEP, na Cimeira Mundial "Think Tank", que se debruçará sobre as tendências da crise financeira internacional e como revigorar o crescimento da economia mundial.

De acordo com os organizadores do evento, o CCIEI (Centro Chinês para Intercâmbios Económicos Internacionais), o anteprojecto tema da cimeira é a crise financeira e económica internacional e o panorama económico global.

A reunião de Pequim vai também analisar a tomada de medidas para contornar o actual momento da economia mundial, o estabelecimento de uma nova ordem financeira internacional, as implicações da crise no processo de globalização e regionalização

económicas.

Os organizadores são de opinião que a crise financeira continua a propagar-se e a tornar-se mais profunda, realçando que nenhum país consegue estar imune à ela (crise) e a única escolha acertada "é que todos trabalhemos juntos e lidemos com ela".

É opinião unânime de que o actual momento de crise tem afectado também a indústria petrolífera mundial. Por este facto é que todas as discussões sobre ela (crise) precisam da participação da indústria petrolífera, defende a CCIEI.

O Centro Chinês para Intercâmbios Económicos Internacionais, fundado a 20 de Março do corrente ano, com aprovação do Governo da República Popular da China, é uma associação abrangente que tem como missão promover pesquisas e intercâmbios económicos internacionais e fornecer serviços de consultoria.