Quarenta e quatro mulheres residentes em zonas rurais do município do Bungo, província do Uíge, concluíram com sucesso a primeira fase de formação sobre o empreendedorismo, tendo em vista melhorar a gestão do próprio negócio.
No final dessa etapa da formação, que é uma acção do Fundo Soberano de Angola, o consultor da empresa JMJ, Pablo Deam, afirmou que as beneficiarias preparam-se para receber crédito em Janeiro de 2017, daí a importância da formação para as beneficiárias.
Existe muita vontade por parte das mulheres em desenvolver o próprio negócio e contribuir no crescimento do município, referiu Pablo Deam.
Informou que durante dois dias foram ministradas matérias ligadas ao “plano de negócios” e “gestão financeira”, tendo sublinhado que recentemente a empresa optou uma nova modalidade de concessão de crédito, por via de grupos solidários, orientado unicamente para mulheres, com integração de quatro a cinco pessoas.
O município do Bungo dista a 81 quilómetros a Norte da cidade do Uíge, tem uma população estimada em 39 mil e 030 habitantes distribuídos em 60 aldeias e 12 regedorias.
O clima quente do Uíge é propício ao cultivo de café, mandioca, dendém, Jinguba, batata doce, feijão, cacau e sisal. Também está incluída a produção de gado bovino, suíno e caprino, exercida em todo o território.