Falando no acto de encerramento da formação sobre técnicas de transformação de frutas em doces, o especialista precisou que as formandas aprenderam técnicas de fabricação de doces de mandioca, de batata-doce, de múcua, de ginguenga, maboque, banana, melancia, ananás, entre outras.
Disse esperar que as participantes apliquem tudo quanto aprenderam, para que possam buscar apoios para a
industrialização dos produtos.
A secretária da Associação das Mulheres Empreendedoras de Malanje, Conceição João Calunga, prometeu que vão trabalhar estreitamente com as formandas para garantir que essas implementem
o que aprenderam na formação.
Participaram na formação, promovida pela Direcção Provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, 50 mulheres empreendedoras e rurais. Durante nove dias, as participantes abordaram técnicas de transformação de frutas em bebidas, polpa de frutas, doces e cristalização.
As bebidas e doces de frutas transformadas durante a formação foram expostas numa feira denominada “ Uatoala”, que contou com a presença do governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “ Kwata Kanawa”, e de membros do governo local.