Um entreposto de grande dimensão será construído, nesta cidade, nas localidades do Giraul de baixo, município de Moçâmedes, província do Namibe,no segundo semestre do presente ano, por forma a melhorar e contribuir na comercialização e fiscalização do comércio da madeira.
A informação foi avançada à imprensa, pelo secretário de Estado para os Recursos Florestais, André de Jesus Moda, no final da sua
visita à província do Namibe.
Para melhor controlo e oferta dos serviços aos operadores de corte de madeira referiu, será construída no segundo semestre deste ano, um entreposto de grande dimensão que irá albergar vários sectores, como Administração Geral Tributaria, AGT, Polícia Fiscal, Instituto de Desenvolvimento
Florestal e outros serviços.
“Notamos uma preocupação por parte de alguns cidadãos, que praticavam o comércio de madeira ilegal, sobretudo na região Sul do país e
isso preocupa o Executivo.
Este entreposto irá ajudar bastante no controlo a partir da produção até ao escoamento do produto para o exterior” disse.
Sublinhou que os entrepostos a serem construídos em diversos pontos do país são de várias dimensões, dependendo das zonas de confluências sobretudo da proximidade das áreas de produção, considerando maiores aqueles que estão a ser construídos próximo dos portos, orçados entre cinco e seis milhões de dólares norte-americanos, contando já com as províncias do Bengo, Luanda, Cabinda, Benguela,
Cuando Cubango e Namibe.
Acrescentou que durante o ano findo foram cedidas 300 licenças de exploração de madeira com uma exploração de 220 mil toneladas de madeira.