A Angomédica volta a produzir medicamentos com base num contrato de gestão entre o Ministério da Saúde e uma empresa que está a realizar esforços no sentido da sua reabilitação.

Com a reabertura da fábrica, quarenta milhões de fármacos serão disponibilizados anualmente em Angola, a preços equiparados ao dos produtos importados, com vista a diminuir a carência de medicamentos no mercado nacional, conforme garantiu, terça-feira, em Luanda, o ministro da Saúde, José Van-Dúnem.

“Vemos a Angomédica já a elaborar medicamentos. Começamos com um processo de reduzir a dependência do exterior, com todos os ganhos consequentes da produção nacional, criação de postos de emprego e sustentabilidade do mercado, cobrindo todo grupo de utentes”, disse, no final de uma visita às novas instalações da Angomédica.

Explicou que, apesar do produto nesta primeira fase ter ainda um peso relativo sobre as necessidades, em termos de fármacos no país é animador o número de medicamentos disponibilizados, pois irá fazer diminuir algumas importações.

A linha de produtos da nova Angomédica apresenta, entre outros, na sua classe terapêutica, anti-anémicos, analgésicos, anti-maláricos, inflamatórios, tubertucostáticos, anti-alérgicos, soros diversivos, bem como comprimidos, líquidos orais, soros e pomadas, disse.

O ministro explicou que o Estado angolano gasta mais de 60 milhões de dólares por ano na aquisição de medicamentos. Quanto à previsão da Angomédica em disponibilizar até 2017 medicamentos em todo o país, José Van-Dúnem disse que para o Estado, enquanto absorvedor, o objectivo “acaba sendo óptimo, uma vez que a eminência de possíveis riscos de ruptura serão ignóbeis”.

Nesta visita, o ministro lançou também a primeira pedra para construção da unidade de produção de soros. Nesta primeira fase, o êxito da Nova Angomédica é suportado por uma equipa de 98 funcionários. Detentora de duas unidades de medicamentos, sendo uma em Luanda e outra em Benguela, tem as suas unidades suportadas por laboratórios de controlo de qualidade, que garantem a eficiência e segurança.