A secretária Executiva da Comissão Económica das Nações Unidas para África (CEA), Vera Songwe, garantiu o seu apoio a Angola na concretização no processo de adesão à integração regional. A governante que realiza uma visita de trabalho de três dias, em Luanda, para identificar, com o Executivo angolano, estratégias para a diversificação da economia nos diferentes sectores nacionais, disse que Angola pode contar com o apoio da ONU na concretização desse grande objectivo.
Esta posição foi manifestada no encontro que Vera Songwe manteve com o Ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem, no qual aferiu a natureza da assinatura e ractificação do Acordo da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLA) e o seu significado nos contextos nacional, sub-regional e continental.
Joffre Van-Dúnem afirmou, na ocasião, que Angola já começou a dar passos para adesão efectiva à Zona de Livre Comércio da SADC. No caso da Zona de Comércio Livre Continental Africana, o país vai avançar com as propostas de adesão da SADC e que até Julho a adesão à ZCLA será uma realidade.
A responsável da comissão económica da ONU para África vai igualmente analisar, em Luanda, as modificações macroeconómicas, em curso no continente e identificar estratégias para diversificação económica nacional nos sectores da indústria, agricultura e agro-comércio.
O encontro contou ainda com a presença de Francisco da Cruz, embaixador de Angola na Etiópia e Representante Permanente Junto da União Africana e Comissão Económica das Nações Unidas para África.