A República da Polónia prevê nos próximos tempos aumentar o volume de negócios com Angola para cem milhões de euros contra os actuais 60 milhões, afirmou esta semana, em Mbanza Kongo, província do Zaire, o embaixador deste país, Piotr Mysliwiec.
O diplomata polaco fez este pronunciamento à imprensa no final de uma visita de três dias à província do Zaire, tendo realçado que o actual volume de negócios ainda é insatisfatório apesar das excelentes relações de cooperação existentes entre os dois estados.
Incentivou a classe empresarial do seu país no sentido de canalizar os seus investimentos para Angola, aproveitando o bom ambiente de negócios que se vive no país, fruto das reformas económicas implementadas pelo actual Executivo angolano.
“A Polónia tem boas relações económicas com Angola, mas o volume de negócios ainda é reduzido, quadro que queremos alterar nos próximos tempos”, reconheceu o diplomata.
De acordo com a fonte, a Polónia está disponível para investir em qualquer área da actividade económica desde que haja interesse das autoridades angolanas, para quem numa primeira fase as atenções estão viradas para os sectores da agricultura transformadora, pescas e minério.
Durante a sua estada nesta parcela do território nacional, o embaixador e a comitiva que o acompanhou trabalharam nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo onde se inteiraram das potencialidades económicas e culturais das duas localidades.
A República da Polónia é um país da Europa Central conta com uma população de mais de 38,5 milhões de pessoas, é o 34º país mais populoso do mundo, o sexto membro mais populoso da União Europeia (UE), com múltiplas vantages para Angola.